CONVITE - DIA DO DIPLOMA
CERIMÓNIA DE ENTREGA DE PRÉMIOS DE MÉRITO ESCOLAR
DESAFIO MATEMÁTICO AEFM DE DEZEMBRO DE 2019
DESAFIO MATEMÁTICO DE NOVEMBRO DE 2019
Inscrições caminhada saudável
Inscrições caminhada solidária

OS PROFESSORES

Os professores são os verdadeiros operários do saber. O sucesso do ensino depende dos seus obreiros: professor é o que sabe e o que ama o saber, por isso, o professor, enquanto profissional, deve estudar continuamente.
Agir em vez de falar. Observar o universo e partilhar essa observação com quem aprende.

UMA "RADIOGRAFIA"

Introdução

Pretende-se com este pequeno trabalho na área da Sociologia das Organizações Educativas fazer uma simples reflexão sociológica sobre a Escola Secundária Fernão de Magalhães tendo por base o texto "O Retorno da Desigualdade" de Maria de Fátima Bonifácio publicado no Jornal Público em 16-12-2004.

Poderia ser um trabalho muito mais aprofundado, com mais dados estatísticos, abrangendo mais anos e comparando-os com dados a nível nacional, tentando fotografar de uma maneira rigorosa essa realidade escolar numa perspectiva sociológica nas suas diversas vertentes: curricular, administrativa, de gestão, de recursos humanos…

Por agora tentaremos caracterizar a escola, analisar alguns indicadores que nos possam ajudar a compreender melhor o estabelecimento de ensino supra referido.

O CAFÉ SEM CAFEZES

As cadeiras sós e moribundas.

O cinzeiro – como sempre – nostálgico,
à espera dum cigarro findo e acabado.

A chávena de café
triste e vazia de cafeína.

Uma garrafa de cerveja
cheia de licor cevadeano.

A música suave,
lembrando um certo passado saudosista.

Uma mosca
que poisa numa careca suada e resplandecente.

O café quase deserto
mas alegre.

Uma buzina estridente
dum automóvel
que passa entre casas velhas e tristes.

Tudo é ser e essência
nesta essência existencial.

Tudo é caos e ordem
neste existir frouxo e lânguido.

Tudo é café sem cafezes.

Páginas

Subscreva Feed da página inicial

Copyright © 2006-2019 Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães