Separadores primários

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
 
 
 
 
 
Encerramento do Ciclo de Conferências VidaGO

Encerramento do Ciclo de Conferências VidaGO

Terminou no passado dia 25 de junho o Ciclo de Conferências realizado em Vidago, no âmbito do Projeto VidaGO, dedicado ao tema geral “Viagens”, no Balneário Pedagógico, onde continua patente ao público a exposição de autorretratos de todos os alunos da EB Vidago.
Para concluir este ciclo foi convidado o conferencista António Coelho, alpinista profissional, do grupo “papa-léguas” que deu a conferência “Entre o Gerês e os Himalaias”.
Mais que uma conferência, foi uma tertúlia em que o conferencista foi sendo questionado tendo as abordagens levado a conferência para uma crónica na primeira pessoa. Quem esteve presente entrou como que numa história, num conto.
As expedições aos Himalaias, aos Alpes e a outras montanhas de enorme grau de dificuldade foram o mote, qual Fernão de Magalhães das alturas e altitudes e com poucos oceanos pacíficos pelo meio. A superação, a aventura, o risco, fazem parte do dia a dia de quem decide fazer vida deste tipo de empreendimentos.
O público presente deliciou-se com a subida ao Kanchenjunga nos Himalaias (3ª montanha mais alta do mundo), expedição em que acompanhou João Garcia, outro famoso alpinista português. De como foi acometido por uma apendicite a 6000 m de altitude, como foi resgatado, como João Garcia conseguiu voltar à expedição e atingir o cume da montanha dos 5 tesouros.
Algo que também foi delicioso ouvir, foi perceber as diferenças culturais. Subir aos Himalaias é muito diferente de subir aos Alpes, por exemplo. Na Europa é tudo rápido, efémero. Na Ásia não. Desde as condições do Hospital em Katmandu, à alimentação, à preocupação com o equilíbrio da natureza, em que todos os seres vivos, por mais improváveis, que sejam contam muito nesse equilíbrio, nesse ecossistema, de que fazem parte grupos rebeldes, oposição ao governo. Falou-se da ação das superpotências regionais, como a China ou a India fazem para liderar aquelas partes do mundo (Questão do Tibete ou mesmo do Nepal).
Falou-se da lua de mel nos Himalaias, no sonho de escalar uma das montanhas mais difíceis na Patagónia, na Argentina; do próximo desafio, escalar o ponto mais alto da Europa, o Monte Elbrus, no Cáucaso, brevemente. Dos custos, dos financiamentos, dos patrocinadores.
Questões como planeamento, organização, rigor, preparação, são exigências de determinadas «viagens», pois, caso, contrário algo pode correr mal.
Este ciclo de conferências, promovido pela EB Vidago, Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães, no âmbito do projeto VidaGO tornou-se um ponto de encontro para discutir assuntos interessantes, promover a cultura, foi importante para Vidago.
Agradecemos mais uma vez às termas de Chaves, à Vidagus Termas, pela disponibilização do espaço do Balneário Pedagógico para a realização desta conferência.
Agradecemos ainda à Câmara Municipal de Chaves, ao Senhor Rui Branco do Primavera Perfume Hotel, à “Consurema” e à Dona Alcina da Churrasqueira “Camponesa”, de Vidago, pelo apoio dado para a realização destas conferências e aos conferencistas pela disponibilidade e pela qualidade das conferências.
Pretende-se que o Projeto VidaGO não fique por aqui, que tenha continuidade. Todos merecem.

06/07/2019 - 12:15
 
 
8
9
10
11
12
13
14
Manuais escolares
08/07/2019 - 23:45
 
Calendário escolar 2019/2020
09/07/2019 - 00:15
 
 
 
 
 
 
15
16
17
18
19
20
21
COMEMORAÇÃO DO DIA DO PI - 13 DE MARÇO DE 2020 (Aproximação por defeito)

COMEMORAÇÃO DO DIA DO PI - 13 DE MARÇO DE 2020 (Aproximação por defeito)

Gostarias de comemorar o Dia do Pi no teu Agrupamento, trazendo, por exemplo um bolo e/ou um desafio/atividade alusivo a uma das constantes mais famosas do mundo?

Se sim, submete neste webform, o teu nome completo, ano, número e turma.

 
1 Iniciar 2 Concluída
0%
15/07/2019 - 11:45
 
 
 
 
Parlamento dos jovens - Alterações climáticas

Parlamento dos jovens - Alterações climáticas

Alterações climáticas. Esta atual e urgente realidade foi o tema do Parlamentos dos Jovens respetivo ao ano escolar 2018/2019 que levou centenas de alunos a partilhar e apresentar ideias e soluções sustentadas e discutidas para reverter esta preocupante tendência que, devido a múltiplos fatores de poluição e desperdício, tem e pode pôr em jogo aquilo que é o futuro da humanidade, o nosso futuro...

Esta caminhada pela defesa do nosso planeta começou na sessão escolar em que alunos ainda sem soluções muito concisas e sem certeza da sua aplicação, no entanto entusiásticos e empenhados em ajudar na preservação e tratamento do planeta elaboraram as propostas que levariam à sessão distrital para poderem ser debatidas pelo círculo do distrito, o esboço daquilo que seria o projeto a apresentar na assembleia.

Já na sessão distrital os deputados eleitos por cada escola continuaram a desenvolver as suas propostas através de acesos debates e partilha de ideias e opiniões e chegaram através de um esforço coletivo e um objetivo em comum a um projeto que melhor representasse a sua região e à escolha daqueles que os representariam e a todos os alunos do distrito. Um momento deveras de união onde todos dispensaram daquilo que eram os seus sonhos de chegar à fase de Lisboa para escolher aqueles e aquelas que conseguissem representar melhor o seu distrito e todo o esforço e dedicação dos alunos que participaram. Uma responsabilidade tanto para com os colegas que participaram na sessão como para com todos os alunos do mesmo distrito.

Chega então a tão esperada fase nacional à qual se dá início com o debate na especialidade dos Projetos de Recomendação aprovados pelos vários círculos eleitorais em quatro diferentes comissões, a redação do Projeto de Recomendação final de cada Comissão e a seleção das questões a colocar aos deputados que estariam presentes antes do debate final. Trabalhos presididos e orientados por dois deputados da Assembleia da República, enquanto os jornalistas tiveram a oportunidade de conhecer muitas das salas e plenários mais importantes do Palácio de S. Bento e toda a história por detrás delas através de uma visita guiada. Após os trabalhos houve uma pequena e divertida apresentação teatral referente ao uso das novas tecnologias e redes sociais.

No segundo e último dia de trabalhos deu-se início à sessão com discursos do Presidente da Comissão de Educação e Ciência, Alexandre Quintanilha, o Vice-Presidente da Assembleia da República Jorge Lacão e o Secretário Adjunto e da Mobilidade José Mendes sobre a urgência e importância da mudança e das propostas que ali seriam apresentadas.

Após 02 estes apelos procedeu-se às perguntas selecionadas pelas comissões aos deputados Heloísia Apolónia (PEV), Porfírio Silva (PS), Ilda Araújo Pereira (CDS-PP), Luís Monteiro (BE), Ana Mesquita (PCP) e Berta Cabral (PSD) sobre a temática a ser tratada com uma boa envolvência e respostas concretas por parte dos deputados. Os jornalistas também tiveram oportunidade de questionar os deputados após saírem da sala com outras questões que não tivessem sido questionadas anteriormente.

Começou então o debate final para a redação do que seria o projeto a ser apresentado no parlamento, o momento para o qual todos se tinham preparado ia começar. Todas as medidas selecionadas pelas comissões foram debatidos e alguns melhorados formando assim o projeto final, o culminar de todo o trabalho esforço e dedicação de todos os deputados. Durante parte do debate os jornalistas participaram numa conferência de imprensa com o Presidente da Comissão de Educação e Ciência, Alexandre Quintanilha que respondeu às mais variadas perguntas sobre vários temas incidindo principalmente nas questões relacionadas com o tema do programa dos jovens, e partilhou histórias e conselhos para combater este problema.

Após aprovação do projeto foi o tempo dos discursos dos deputados dos vários círculos onde salientaram o trabalho e dedicação de todos os participantes e o prazer de terem participado naquele programa.

Assim se deu por terminado mais uma edição do Parlamento Jovem que é, sem dúvida, uma grande janela para os jovens poderem dar a sua voz e uma razão pela qual tantos jovens participam neste programa, ajudar o seu País a ser melhor.

Tomás Ramos
Escola Secundária Fernão de Magalhães-Chaves

19/07/2019 - 12:45
 
 
 
22
23
24
25
26
27
28
 
 
 
 
 
 
 
29
30
31
1
2
3
4
 
 
 
 
 
 
 

Copyright © 2006-2019 Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães