Separadores primários

Domingo, Fevereiro 18, 2018

Todo o dia
 
 
Antes de 01
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dia Internacional da Internet Segura, comemorado na EB Vidago

Dia Internacional da Internet Segura, comemorado na EB Vidago

A Escola EB Vidago associou-se às escolas do país que comemoraram a data do dia internacional da internet segura. Numa parceria da EB Vidago com a Escola Segura da GNR / Microsoft, debateu-se a questão, muito sensível e premente entre as crianças e jovens, talvez os principais utilizadores atuais e futuros da internet.

A internet é-nos apresentada como uma fonte de informação e de recursos inesgotável, que contém a chave e a resposta a todas as dúvidas. Contém divertimento, bens e produtos para compra e venda, informação diversa e variada, saber, saber fazer, … contém informação verdadeira, informação falsa, contém propaganda (alguma incitadora de ódios, racismo, preconceitos, …). Aliada do conhecimento que carrega, de alguns divertimentos aparentemente inofensivos, como jogos, redes sociais, escondem-se perigos, dependências, …

Nas escolas de hoje quase todos os alunos, desde idades precoces, quer dizer, desde o 1º ciclo (faixa dos 6 aos 9/10 anos de idade) começa a interação com a internet. Há aulas de TIC (tem caráter lúdico-pedagógico), os familiares oferecem os primeiros telemóveis e smartphones. Desde cedo, as crianças e jovens adquirem um conhecimento até superior aos dos seus progenitores que acabam por não ter forma de controlar o uso destes meios.
Como falta capacidade de controlo, muitas vezes são mal usados (por vezes mesmo por adultos, quanto mais pelas crianças e jovens). Procuramos neste dia sensibilizar, alertar, dar dicas, informação, para prevenir, para não se tornarem vítimas fáceis.

Onde parece não haver perigos, eis que estes se revelam, por exemplo, nas redes sociais.

Jogar horas a fio, perdendo a noção do tempo e da realidade; a ilusão de compras mais baratas, consumidores-utilizadores de cartões de crédito compulsivos; exposição a predadores e oportunistas, sejam eles ideológicos ou outros (de índole religiosa fanática, ou sexual, …).

Na escola são recorrentes situações de casos de cyberbullying. São casos de má utilização da internet e das redes sociais. Pretendemos prevenir isso. Alunos que criam grupos fechados, as coisas correm mal e culminam em insultos entre os seus membros, em inimizades, arrastando inclusive os familiares, mães, pais, … para problemas de crianças; alunos que fotografam no recreio ou mesmo nas aulas, que fazem diretos para o Facebook ou Instagram, ficando esses diretos acessíveis a pais que veem os seus filhos serem abusados ou vítimas, criando sentimentos de ódio e vingança; jovens que tiram fotos em poses menos recomendáveis, que pensaram ser inofensivas, mas que se revelam armas de arremesso e de humilhação e exclusão; Jovens que se tornam obcecados com o jogo e perdem sensibilidade e humanidade, que desligam do mundo real para se entregar ao mundo virtual; jovens que aceitam amizades e comunicam nas redes sociais com desconhecidos (sabe-se lá as intenções).

Estes são alguns exemplos, que queremos evitar. Confrontamos para evitar; em muitos destes casos só podemos remediar. Os jovens aparentemente sabem tudo, mas acabam por se tornar vítimas.

Algumas dicas para tornar a internet um «mundo» mais seguro: criar uma password forte e segura (com letras, algarismos e carateres; mudar a password regularmente; não repetir passwords entre contas; fazer compras somente em sites seguros (“https”) e no computador pessoal; usar antivírus e firewalles e ter este software atualizado; limpar a cache do computador; proteger a rede sem fios de internet com password segura, …

Uma vez na net, na net para sempre (um dos provérbios modernos).
Esperamos que as sementes lançadas ganhem raízes e que estes alunos usem a net de forma segura. Agradecemos a colaboração e a presença da equipa da Escola Segura da GNR. Agradecemos ainda aos professores que fizeram um intervalo nos trabalhos das suas disciplinas para participarem nesta sessão.

Pode consultar as fotos da atividade clicando aqui.

18/02/2018 - 21:00
 
Carnaval das escolas de Vidago

Carnaval das escolas de Vidago

Vidago voltou a celebrar o carnaval com as suas crianças e jovens no corso escolar.

Tendo os últimos tempos sido catastróficos no nosso país em termos ambientais, elegeu-se como tema geral para o desfile, a proteção do ambiente. Nos tempos recentes, a nossa sociedade e no que passa pelos ecrãs da televisão, internet, redes sociais e no resto dos media tem sido marcado pela tragédia dos incêndios, a seca severa e extrema, a poluição dos rios, do Tejo, do Tâmega, isto só para elencar alguns dos assuntos mais mediáticos dos últimos tempos.

Há que pôr mão à obra e fazer algo por esta nossa «casa» muito degradada. Vamos proteger o ambiente, todos podemos fazer alguma coisa: separar o lixo, plantar uma árvore, comprar um carro elétrico, ir de bicicleta para o trabalho ou partilhar o transporte, …

Esse foi o mote. Houve adesão ao tema e também carnaval trapalhão.

Percorremos as ruas e alegramos a vila termal, é carnaval, ninguém leva a mal. Chamamos a população das aldeias para nos ver, vieram, pais, tios, padrinhos e madrinhas, avós e conhecidos, os caminhos desaguaram em Vidago, para ver os «filhos da terra» a desfilar. Fomos à feira semanal, numa simbiose de interesses, do tipo “dois em um” vai-se à feira e ao carnaval, numa excelente parceria entre a escola, a vila termal e a população das localidades adjacentes.

Agradecemos ainda a colaboração dos nossos parceiros que contribuíram para tornar bem-sucedido o cortejo carnavalesco deste ano, a equipa da GNR do posto local de Vidago e à corporação dos Bombeiros Voluntários de Vidago. Uma palavra ainda para a correção e empenho dos alunos, e para o trabalho e colaboração de pais, professores e funcionários para o sucesso desta atividade.

Pode consultar as fotos da atividade clicando aqui.

18/02/2018 - 21:15
 
 
 
 
 

Copyright © 2006-2018 Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães