Visita de Estudo a Sintra - Lisboa

Nos passados dias 3 e 4 de maio, uma centena de alunos do 9º ano de escolaridade do Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães, como culminar das aprendizagens realizadas na disciplina de Geografia, mas também em outras, como Português, Físico-Química, EMRC e Educação Física ao longo do 3º Ciclo do Ensino Básico, realizaram uma visita de estudo a Sintra e a Lisboa.

Do programa da visita fez parte a visita ao NewsMuseum e Parque e Palácio da Pena em Sintra; Já em Lisboa, um passeio, percurso feito a pé desde o Marquês de Pombal, até ao Terreiro do Paço, passando pelas mais emblemáticas praças e avenidas da Capital (Restauradores, Rossio, rua Augusta, …), visita ao Oceanário e desenvolvimento de atividades multidisciplinares no Pavilhão do Conhecimento Ciência Viva e a terminar outro passeio pedestre em Belém, Mosteiro dos Jerónimos, CCB, Padrão dos Descobrimentos, … contemplamos o rio Tejo, a margem Sul, deu para abordar e discutir diversas questões trabalhadas ao longo dos 3 anos do ensino básico.

Os objetivos da visita de estudo foram diversificados, pelo que permitiram alargar o leque e fazer a tal abordagem variada. O Museu das Notícias (NewsMuseum) além de «mostrar» tudo o que está por detrás da atividade e da profissão de jornalista, permite ir mais além e observar o avanço da tecnologia e mais do que isso «percorrer» a história de Portugal desde o princípio do século XX até à atualidade, quer recordando conteúdos abordados na disciplina de História, quer evidenciando personalidades e feitos da cultura portuguesa.

O Palácio da Pena símbolo do Romantismo alude a esse período e a essa corrente, tanto na arquitetura, como na arte, na literatura, na ciência. Isto para não falar na beleza impar do lugar.
O Oceanário leva-nos para as questões da preservação ambiental e da biodiversidade, para a importância destas questões e para uma batalha que se quer individual, para travar um objetivo que é comum, da humanidade. Remar contra a corrente, quer sejam interesses económicos, quer a apatia de maneiras de ser e agir enraizadas é tarefa mesmo difícil, e caberá aos jovens através de uma eficaz educação ambiental alterar o panorama (iremos a tempo? estamos a tentar).

No Pavilhão do Conhecimento os jovens foram confrontados com a aplicação de conhecimento científico diverso. Tarefas práticas e interativas para comprovar saber e conhecimento teórico-prático adquirido nas aulas ao longo do tempo.

E também convívio. Convívio, também, com professores e alunos das duas escolas do agrupamento e num lugar diferente, a capital, onde muitos alunos pela primeira vez tiveram oportunidade de ir. Foi enriquecedor sob todos os aspetos, foi belo e até saudável, em alusão às caminhadas efetuadas.

Os objetivos foram cumpridos; agradecimento a todos que contribuíram para o sucesso da visita.

As fotos podem ser vistas aqui.

Copyright © 2006-2019 Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães