Visita de Estudo a Sabrosa, Régua e Pinhão

Com o objetivo de visitar lugares de referência de figuras do património cultural português (Fernão de Magalhães e Miguel Torga), de sensibilizar os alunos para o valor de Fernão de Magalhães como promotor de mundialização, de sensibilizar para a proteção e conservação da Natureza, de estimular o espírito crítico, de promover a interdisciplinaridade e de enriquecer o desenvolvimento integral dos alunos; inserida nas Comemorações dos 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães, patrono da nossa escola, no passado dia 03 de maio de 2019, os alunos do 11ª ano desta Escola realizaram a visita de estudo a “Sabrosa, Régua e Pinhão”, atividade que consta do Plano de Atividades do Agrupamento.

Foram acompanhados pelas professoras de Português, de Filosofia e de Biologia e Geologia e a todos os alunos foi distribuído um desdobrável com algumas informações pertinentes.

Alunos e professores partiram de Chaves em direção a Sabrosa onde visitaram a Exposição Permanente de Fernão de Magalhães, participaram numa Tertúlia no Auditório Municipal de Sabrosa e visitaram a exposição «Terra Mãe» de Graça Morais. Mais tarde conheceram a casa de Miguel Torga e declamaram o poema «A um Negrilho».

O almoço, em forma de merenda, foi no Miradouro S. Leonardo de Galafura onde puderam apreciar uma soberba paisagem sobre o leito do rio Douro. Entre a Régua e o Pinhão a viagem fez-se de barco com a experiência de entrar numa das eclusas do rio. Passar na eclusa faz com que sinta uma certa admiração por estas obras de engenharia que tornaram o rio Douro navegável. Vale a pena pois permite admirar toda a beleza do Rio Douro, entre montanhas e vales…

De regresso a Chaves, quer alunos quer professores vinham cansados, mas enriquecidos com os conhecimentos adquiridos e com tudo o que experienciaram.

Copyright © 2006-2019 Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães