Parlamento dos jovens - Alterações climáticas

Alterações climáticas. Esta atual e urgente realidade foi o tema do Parlamentos dos Jovens respetivo ao ano escolar 2018/2019 que levou centenas de alunos a partilhar e apresentar ideias e soluções sustentadas e discutidas para reverter esta preocupante tendência que, devido a múltiplos fatores de poluição e desperdício, tem e pode pôr em jogo aquilo que é o futuro da humanidade, o nosso futuro...

Esta caminhada pela defesa do nosso planeta começou na sessão escolar em que alunos ainda sem soluções muito concisas e sem certeza da sua aplicação, no entanto entusiásticos e empenhados em ajudar na preservação e tratamento do planeta elaboraram as propostas que levariam à sessão distrital para poderem ser debatidas pelo círculo do distrito, o esboço daquilo que seria o projeto a apresentar na assembleia.

Já na sessão distrital os deputados eleitos por cada escola continuaram a desenvolver as suas propostas através de acesos debates e partilha de ideias e opiniões e chegaram através de um esforço coletivo e um objetivo em comum a um projeto que melhor representasse a sua região e à escolha daqueles que os representariam e a todos os alunos do distrito. Um momento deveras de união onde todos dispensaram daquilo que eram os seus sonhos de chegar à fase de Lisboa para escolher aqueles e aquelas que conseguissem representar melhor o seu distrito e todo o esforço e dedicação dos alunos que participaram. Uma responsabilidade tanto para com os colegas que participaram na sessão como para com todos os alunos do mesmo distrito.

Chega então a tão esperada fase nacional à qual se dá início com o debate na especialidade dos Projetos de Recomendação aprovados pelos vários círculos eleitorais em quatro diferentes comissões, a redação do Projeto de Recomendação final de cada Comissão e a seleção das questões a colocar aos deputados que estariam presentes antes do debate final. Trabalhos presididos e orientados por dois deputados da Assembleia da República, enquanto os jornalistas tiveram a oportunidade de conhecer muitas das salas e plenários mais importantes do Palácio de S. Bento e toda a história por detrás delas através de uma visita guiada. Após os trabalhos houve uma pequena e divertida apresentação teatral referente ao uso das novas tecnologias e redes sociais.

No segundo e último dia de trabalhos deu-se início à sessão com discursos do Presidente da Comissão de Educação e Ciência, Alexandre Quintanilha, o Vice-Presidente da Assembleia da República Jorge Lacão e o Secretário Adjunto e da Mobilidade José Mendes sobre a urgência e importância da mudança e das propostas que ali seriam apresentadas.

Após 02 estes apelos procedeu-se às perguntas selecionadas pelas comissões aos deputados Heloísia Apolónia (PEV), Porfírio Silva (PS), Ilda Araújo Pereira (CDS-PP), Luís Monteiro (BE), Ana Mesquita (PCP) e Berta Cabral (PSD) sobre a temática a ser tratada com uma boa envolvência e respostas concretas por parte dos deputados. Os jornalistas também tiveram oportunidade de questionar os deputados após saírem da sala com outras questões que não tivessem sido questionadas anteriormente.

Começou então o debate final para a redação do que seria o projeto a ser apresentado no parlamento, o momento para o qual todos se tinham preparado ia começar. Todas as medidas selecionadas pelas comissões foram debatidos e alguns melhorados formando assim o projeto final, o culminar de todo o trabalho esforço e dedicação de todos os deputados. Durante parte do debate os jornalistas participaram numa conferência de imprensa com o Presidente da Comissão de Educação e Ciência, Alexandre Quintanilha que respondeu às mais variadas perguntas sobre vários temas incidindo principalmente nas questões relacionadas com o tema do programa dos jovens, e partilhou histórias e conselhos para combater este problema.

Após aprovação do projeto foi o tempo dos discursos dos deputados dos vários círculos onde salientaram o trabalho e dedicação de todos os participantes e o prazer de terem participado naquele programa.

Assim se deu por terminado mais uma edição do Parlamento Jovem que é, sem dúvida, uma grande janela para os jovens poderem dar a sua voz e uma razão pela qual tantos jovens participam neste programa, ajudar o seu País a ser melhor.

Tomás Ramos
Escola Secundária Fernão de Magalhães-Chaves

Copyright © 2006-2019 Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães